top of page
Buscar
  • Foto do escritorNotícias

PREJUÍZOS POR ATAQUES DIGITAIS EM ORGANIZAÇÕES PODEM CHEGAR A US$ 10,5 TRILHÕES POR ANO ATÉ 2025

Em junho de 2017, a empresa de telecomunicações Verizon fechou a compra do Yahoo por US$ 4,48 bilhões, cerca de US$ 320 milhões a menos do que o valor à mesa no início da negociação. O ‘desconto’ foi concedido após terem sido publicadas notícias de que o portal, que também administra um buscador e um serviço de e-mail, ter sido alvo de ataques cibernéticos que resultaram em vazamento de dados de usuários.


O caso é um exemplo de que falhas na segurança cibernética podem não apenas levar a perda de credibilidade e ter dados sigilosos expostos, mas podem levar a prejuízo financeiro para o alvo.


Segundo o “Relatório de Custo de Violação de Dados de 2022”, feito pela Ponemon Institute e patrocinado pela IBM a partir da análise de 550 empresas vítimas de ataques em 17 países, o custo médio global de uma violação de dados é de US$ 4,35 milhões. Para empresas de estrutura crítica, tais como serviços financeiros, indústrias, energia, transporte, saúde, educação e setor público é ainda maior, US$ 4,82 milhões.


Outro levantamento, da empresa de pesquisa Cybersecurity Ventures, informa que os prejuízos causados por ataques digitais em organizações podem chegar a US$ 10,5 trilhões por ano até 2025 no mundo. A alta é de 40% em relação a 2015.


A perda financeira pode vir de multas, como no caso de descumprimento da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que chega a R$ 50 mil por infração, até queda de vendas por boicotes à marca e redução no preço da ação de companhias abertas.


Ao analisar casos de companhias de capital aberto nos EUA, alvos de ataques, a Bitglass, fornecedora de segurança de acesso à nuvem, mostra que, em média, o valor em bolsa caiu até 7,5% após os ataques e elas perderam, em média, US$ 5,4 bilhões.


“Está claro que a cibersegurança se tornou um risco de continuidade dos negócios, impactando a perpetuidade da empresa”, opina Nycholas Szucko, diretor regional de vendas para a América Latina da Nozomi Networks, que atua em segurança digital.


Segundo projeções da IDC Data and Analytics, os gastos globais com segurança digital chegarão a US$ 219 bilhões em 2023, alta de 12% em um ano.

12 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page